"I Oficina de desenho do Viveiro Adaptado e da organização do espaço" (Portuguese)

| 0 Comments | 0 TrackBacks

ISAC - Centro de Inclusão Socioambiental do Cego em parceria com a Fundação Florestal e Viveiro Florestal de Pindamonhangaba realizou no dia 23 e 24 de abril de 2009 a "I Oficina de desenho do Viveiro Adaptado e da organização do espaço" tendo como eixo o Projeto" Mata Atlântica Plantar Superando Barreiras".  Foi realizado no Viveiro Florestal de Pindamonhangaba. Iniciou com a apresentação de todos os presentes em sua maioria pessoas de visão nula,  de baixa visão e deficientes físicos, interessados na área e representantes locais, e da comunidade.

As palestras aconteceram de forma vivencial, interativa e com experiência sensorial iniciou com a EngenheiroFlorestal Alcinéia Guimarães de Castro do Instituto Florestal:  

Viveiro de Produção de Mudas onde tiveram a oportunidade de conhecer o processo de formação de um viveiro florestal, sentir e tocar várias espécies de plantas e sementes, orientação sobre o local, diálogos sobre o processo de formação de um viveiro, canteiros, o substrato, o trato com as espécies nativas, as sementes, identificações e formas de utilização. 

O Ornitólogo e responsável pelo Parque João Pedro Cardoso e Viveiro Florestal Laércio Toledo Cortez, com a temática Observação da Fauna e a Inclusão Social dos Cegos,  apresentou  ângulos importantes do potencial que o turismo de observação de aves em todos aspectos pode descortinar aos participantes, 

Técnica em Inclusão Prof.ª Ruth Souza Saleme: "A Importância do Pensar na Construção da Inclusão-Acessibilidade nos parâmetros do Viveiro." 

Engenheiro Florestal e  Supervisor do Projeto Renato Lorza"Tipos de vegetação, escolha de espéciesapresentou mapa tátil do Estado de São Paulo", que possibilitou a compreensão e interesse de todos pela temática; muito colorido, texturizado com vários elementos e contornos, e de acordo com a distribuição da vegetação a compreensão dos recursos hídricos, o Rio Paraíba do Sul, essa experimentação sensorial, tátil e visual tem levantado a expectativa para a concretização e o manejo no viveiro adaptado, tanto pelos deficientes visuais quanto à todos participantes do Projeto.

 "O reconhecimento e Socialização do espaço do viveiro adaptado e estufaatravés da Maquete" com a Técnica em Meio Ambiente: Juliana O Motta também possibilotu a exploração em cada micro unidade tão bem miniaturizada, ali muitos refizeram os passos, identificavam as espéciestocando-as, o caminho de chegada e partida através das texturas, chegavam até mesmo a buscar na memória visual o local onde os colegas se colocavam. 

Olocal aonde preparavam algum elemento para o viveiro r nesse espírito de criatividade foram sugerindo a marcação do local aonde será o viveiro adaptado e na seqüência a "Vivência da co-responsabilidade ambiental no espaço" com Antonio Carlos e Jose Monteiro deficientes visuais, que de forma participativa e de acordo com suas possibilidades participam desse processo de construção. 

O coordenador do CISAC Ayrton Sergio Saleme "comunicação do Projeto" comentou emocionado sobre que as dificuldades são menores e bem melhores na experimentação desta oficina que busca de forma integrada, participativa e reflexiva, atravessar os limites culturais e deixar fluir a consciência ambiental e desta construção conjunta poderá existir possibilidades, dos atores sociais semearem o surgimento de um novo olhar, que independente do brilho, manterá a luz da existência com qualidade de vida inspirando o presente e para gerações futuras.

 

 Centro de Inclusão Socioambiental do Cego -12-3645-4474  Cel.91789128 c/Ayrton Sergio

Apoio : Secretaria do Meio Ambiente, Fundação Florestal, Prefeitura Municipal de Pindamonhangaba, Tenaris Confab, Viveiro Florestal, Hípica Vigilato, ANEPS, Rota da Liberdade

No TrackBacks

TrackBack URL: http://www.rollingrains.com/mt4/mt-t.cgi/870

Leave a comment

Recent Entries

GeoTourism Challenge: The Power of Place
The 2009 Geotourism Challenge is on again! Nominate or enroll now.This year I have recused myself from entering so that…
Beach Accessibility - Rio de Janeiro (Portuguese)
Andrei Bastos faz entrevista sobre falta de acessibilidade na Quinta da Boa Vista e na orla de Copacabana. …
Profile: Shakila Maharaj of Durban South Africa
While a guest of Tourism KwaZulu Natal I had the good fortune to meet the charming yet fiercely resilient Shakila…
A Glimpse of Pakistan Through the Art of Children with Disabilities
Sometimes a virtual tour through the eyes of someone with a disability can be as moving as being there yourself.…
"Everyone Has a Right to Travel"
Although, about a year ago, I had the Carlo Besta Italian National Neurological Institute in Milan change the date of…
DbD Toys
I was fortunate enough to be contacted by Jessica Zarin Kessin.  She created Development by Design.DbD designs toys for kids…
Allowing Discriminatory Transportation Practices to Continue
In 1975 I co-founded the first Disabled Students Union at the University of Washington. At the same time disability activists…